quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

O que é Bazedral!?

Esse não poderia deixar de ser meu primeiro Post. Acabo de ler um livro chamado Wikinomics: Como a Colaboração em Massa pode Mudar seu Negócio. Era motivação que faltava para criar um blog para discutir (ou pelo menos expor meus pensamentos e descobertas) esse assunto que tanto me fascina: Como desenvolver colaborativamente dentro das empresas?

Ao se falar do uso de software livre, praticamente o primeiro beneficio destacado pelo executivos é economia de licenças, se comparado ao software proprietário. Também se evidenciam a independência de fornecedor e a segurança, em função da possibilidade de se auditar o código-fonte. Os programadores vão mais além, pois consideram a possibilidade de estudar e modificar o código-fonte uma característica importante.

Principalmente após o crescimento do incentivo ao uso do software livre pelo governo brasileiro, muitas empresas começaram pela substituição dos sistemas operacionais e softwares para automação de escritório. Em seguida, passaram a utilizar opções livres no desenvolvimento de aplicações, que devem executar em qualquer plataforma.

Qual seria o próximo passo? Na verdade, mesmo as organizações que não disponibilizam os códigos-fonte dos sistemas por ela produzidos, não poderiam de alguma forma se beneficiar do modelo de desenvolvimento utilizado em software livre? A pergunta que surge é: Como isso tudo funciona? Como dezenas de pessoas, muitas vezes espalhadas geograficamente, e que na sua maioria não se conhecem pessoalmente, conseguem trabalhar de forma cooperativa e produzir software de qualidade? Como elas se organizam? Como são as formas de poder? Existem punições, votações? Qual é a estrutura tecnológica necessária? Qual a motivação dos indivíduos em participar? Como se garante a qualidade? Qual o perfil desses profissionais? As empresas que continuam desenvolvendo software de forma tradicional podem de alguma forma reaproveitar parte desses princípios?

Ah tá... e por que Bazedral? O nome é inspirado no clássico texto de Eric Raymond, A Catedral e o Bazar, fundamental para a compreensão da filosofia adotada no desenvolvimento de código aberto, contrapondo o modelo tradicional de produzir software dentro das empresas (Catedral) com a forma aberta pública e distribuída (Bazar) usada no mundo do software livre. Bazedral seria então a fusão desses dois modelos.

Esse blog procurará abordar principalmente as questões comportamentais desse tipo de comunidade, auxiliando gerentes, líderes ou membros de equipe que desejem, pelo menos em parte, aplicar alguns dos princípios do modelo de uso do software livre dentro das empresas. Pode ser pelo menos um bom ponto de partida para aqueles que acreditam poder criar um ambiente efetivo de colaboração interna, transpondo as barreiras hierárquicas, burocráticas e culturais existentes nos modelos tradicionais de organização.

Bom, esse é só o começo, pois tem muitas idéias a serem apresentadas e debatidas. Encaro esse blog meio como uma experiência. Despretenciosamente ir registrando as coisas na net e vendo no que dá. Se ao menos uma pessoa ler, comentar e, ainda, contribuir, já está valendo!

E se você conseguiu chegar até esse ponto, obrigado e vai desculpando o tamanho do post!

5 comentários:

Leonardo disse...

Olá Serge! Parábéns pela iniciativa e boa sorte na blogosfera! Seu post inicial está excelente. Pode contar comigo como leitor assíduo.

Luciano Borges disse...

Serge, legal essa sua iniciativa.
Provavelmente você já deve ter alguma experiência em ambientes colaborativos, poderia falar um pouco da sua experiência para nós e na prática como é que funciona.

galuco disse...

Parabens pelo trabalho. Estamos a 5 meses com um Wiki dentro nossa empresa com tecnicas e uso da nossa infra-estrutura de desenvolvimento. Minha equipe tem colocado tudo dentro do Wiki e ele se tornou uma grande fonte de conhecimento(hoje as pessoas acessam muito ele). Mas continua o desafio de conseguir fazer com que outros fora do meu time publiquem! Tens alguma sugestao de como incentivar?

(recomendo TOYOTA - A FORMULA DA INOVAÇAO (em Portugues) (2007)
MAY, MATTHEW)

Serge Rehem disse...

Galuco, as iniciativas de colaboração estão por aí. As pessoas criam diariamente seus Wikis, IMs, Blogs, Portais, etc. Porém, organizar toda essa confusão e criar soluções corporativas é realmente um grande desafio. Sugestões de como incentivar eu poderia dar algumas, mas nada vai pra frente sem o patrocínio e o comprometimento da direção e das lideranças da empresa. Portanto, comece por aí, convencendo seus chefes que a iniciativa do Wiki é importante e deve ser disseminada. Elabore um plano de implantação e internalização e bola pra frente!

Arilson Santos disse...

Oi Serge,

Depois de muitas promessas, viajei pelo Basedral com mais calma, parabéns por sua iniciativa. É muito bom vê-lo mergulhando na área de gerência, percebendo falhas e buscando soluções inovadoras. Acho que o mais difícil é quebrar velhos comportamentos, o novo sempre assusta, para que as pessoas, numa empresa, possam adotar um comportamento colaborativo no desenvolvimento de software é necessário, de início, a utilização de ferramentas colaborativas aliado a criação de novos conceitos sobre o seu papel na empresa e na sociedade. Questionamento sobre o quanto eu sou egoísta? Qual a minha responsabilidade coletiva dentro da empresa e na sociedade? Podem suscitar dúvidas sobre seus conceitos atuais e como conseqüência fazer surgir o novo, um novo comportamento mais humana, colaborativo, cooperativo e coletivo.

Muita paz e serenidade, abração, amigo.